Bichon Frisé: Saiba Mais No Guia De Bichos

08 Feb 2018 00:39
Tags

Back to list of posts

Cão de menor porte e pelagem longa, fina e enrolada. Parece o pelo de uma ovelha. A única cor aceita pra essa raça é a branca pura. O Bichon Frisé não solta pelo e necessita ser tosado profissionalmente uma vez ao mês. Possibilidade de existência: mais de quinze anos. A origem do Bichon Frisé começa no Mediterrâneo, onde ele nasceu do cruzamento do Barbet, um cão de água de porte maior, com cães de colo menores. O nome desta nova linhagem de cães era Barbichon, diminutivo da palavra Barbet, que tempos depois foi simplificado para Bichon.Foi esse último que originou o Bichon Frisé que conhecemos hoje, quando marinheiros espanhóis levaram os cães pras Ilha de Tenerife, uma das Ilhas Canárias, por volta do século XIV. No mesmo século, navegadores italianos (ou franceses, difícil saber) refizeram esse caminho e levaram alguns espécimes da raça de volta pra Europa. Na França, se tornaram os cães favoritos da realeza, interesse que permaneceu forte até o final do século XIX, no momento em que passou a ser considerado uma raça comum.No entanto a inteligência salvou o Bichon Frisé, já que sua facilidade de assimilar truques fez com que se juntasse a vendedores ambulantes, artistas de circo e cão-guia para cegos. Depois da Primeira Batalha Mundial, um grupo de criadores franceses decidiu salvar a raça, que poderia regressar ao término em pouco tempo.Teu nome passou a ser Bichon a Poil Frisé (ou Bichon de Pelo Enrolado). Trata-se de uma raça com temperamento dócil, tranquilo e muito fácil de encarar. O Bichon Frise é vivaz e muito inteligente. Responde muito rapidamente a exercícios e treinamentos. Aparecia a presença de humanos, sejam eles conhecidos ou não. É uma raça muito sociável tanto com crianças quanto com outros animais.Promessa de existência: entre 9 e 15 anos06 Semana 2: Laura[vinte e nove] Adaptação: Mário CunhaDia do adoCão bomba com evento especialFARID MAALOULI faloutrês nãos a respeito de os orgânicosreporte_espiral-vi.jpg O treinamento para obediência é muito necessário para que a raça não assuma a apresentação de líder e com isto crie maus hábitos. Recomenda-se lavar e tosar profissionalmente uma vez ao mês. Normalmente o focinho, olhos, orelhas e as patas são sempre aparados com a assistência de uma tesoura. Essa raça pode ser sensível a picada de pulgas. O Bichon Frisé é um cão amável, entretanto seu melhor funcionamento é visto no momento em que ele é treinado. São muito astutos e adoram compreender novos truques, sendo o treinamento de obediência e esportes caninos os mais recomendados. Eles têm muita energia e adoram jogos e exercícios diários. Mas o treinamento tem que ser gentil, apesar de que firme, em razão de eles são sensíveis. Brincadeiras dentro de moradia ou no quintal e passeios de coleira farão bem ao teu pet, mas tome cuidado no momento em que ele estiver com garotas - são muito pequenos e conseguem ser machucados.O pelo branco deve ser escovado e penteado a cada dois dias, em razão de os pelos longos podem se enroscar e embaraçar. Tosa e corte são recomendados. A quantidade de ração varia segundo o peso e o tamanho do animal e poderá ser encontrada nas embalagens. Precisa-se alimentar o cão de duas a três vezes por dia e conservar água à vontade. Cães de anão porte consomem rações small breed. A propriedade da ração é fundamental para a saúde do animal. As do tipo Premium e Super Premium são as nutricionalmente balanceadas.Até os 12 meses, o Bicho Frisé é considerado filhote. Nessa fase, a quantidade de ração varia de 90 a noventa e cinco gramas por dia. O alimento indicado são rações específicas pra filhotes. A começar por um ano o cão é considerado adulto. Deve-se mudar a ração e a quantidade varia de 55 a setenta e cinco gramas/dia.Pode se moldar em apartamento e espaços menores desde que possa ser exercitado diariamente. Passeios diários são recomendados pra conservar o equilíbrio mental e físico do cão. Cães menores, como o Bichon Frisé, são capazes de sofrer de luxação patelar, dificuldade comum que acontece quando a articulação do joelho luxa e "desliza" pra dentro ou pra fora do ambiente, provocando dor no animal. Os sinais vão desde contrariedade pra ir a pé até incapacidade de mover as pernas.Bichons Frisés são propensos também a problemas de pele e alergias, em especial às mordidas de pulgas. Alguns são sensíveis à vacinação e conseguem sofrer de urticária, inchaço, letargia e angústia. Catarata juvenil, um defeito para cães com menos de seis anos, é hereditária e poderá se construir nesta raça. Problemas pela bexiga, como pedras e infecções, são capazes de ser provocados pelo exagero de proteína pela dieta ou longos períodos sem urinar. Sinais adicionam incontinência urinária ou complexidade para urinar, sangue na urina e perda de apetite. Por que ter um Bichon Frisé? Uma pequena bola de pelos branca e saltitante.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License