Fórum Dos Leitores

15 Feb 2018 21:58
Tags

Back to list of posts

is?21CsMgwmzOE1worxVFaI5cLijzSqx5H88uz6d1FckZc&height=230 Sonhe uma panificadora onde todos se ajudam pra fabricar um pão com aceitável aprovação da clientela. Deste modo, os encarregados do preparo da massa levam em consideração as sugestões dos que irão assá-la, o que garantirá um constante aperfeiçoamento do item e assegurará o progresso do estabelecimento e a alegria dos consumidores. Tais resultados não seriam possíveis se as equipes não cooperassem, quer dizer, se o pessoal do forno se limitasse a aguardar que o outro time lhe oferecesse vantagens em troca do ajuste da temperatura recomendada pra um consequência palatável.Este assunto é a metáfora do jogo de empurra entre o Planalto e o Congresso acerca da reforma da Previdência. Ora, deste modo a coisa desandará, a freguesia ficará insatisfeita e o estabelecimento estará condenado à falência em médio período. Discordo de Fernando Henrique e alguns outros tucanos: uma coisa é apoiar as reformas e outra coisa é apoiar, digamos, ideologicamente o governo, além de participar em pastas essenciais.Esse suporte é, evidentemente, bem mais significativo. Desejamos até manifestar decisivo. Disso tem consciência, seguramente, o presidente Temer, por sua vasta experiência política e teu protagonismo no cenário político atual, visto que não podes prescindir da consistência do PSDB pela sustentação do teu governo. Deixando de participar do governo, o PSDB não ajuda o Brasil nem ao menos a si respectivo, só contribui a oposição, a mesma que nos levou à ocorrência de hoje.Cortar a escrita de caneta esferográficaFiltrar líquidos, como óleo de cozinhaoitenta milhões - Carros comunsFazer remixagens em um LPquarenta e um "A Viúva Negra"O Brasil necessita que o governo atual, que poderia ser de qualquer outro partido que não o PMDB, implemente as medidas de saneamento econômico que estão à visibilidade de todos, a maioria delas parelhos às do ideal do PSDB. Se o partido não concordar com detalhes, que lute de dentro para que sejam feitas as correções que julgar necessárias. O guru Fernando Henrique Cardoso neste instante errou horroroso no momento em que o mensalão veio à tona e levou o PSDB a uma localização de aguardar pra ver, pensando que com o escândalo a oposição desapareceria. Não desapareceu, ao oposto, voltou mais forte. Que o guru não repita o problema.Admitamos que para um sociólogo deve ser excelente enxergar surgir à Presidência quem lhe sucedeu, mas para os demasiado brasileiros isso está sendo por excessivo nocivo. Não deixem a história se repetir. Lembrando tirada clássica do nosso saudoso Garrincha, pergunto: de imediato combinaram com os russos? Refiro-me à nova lei trabalhista e à Justiça especializada, notadamente seus juízes de primeira instância, que tudo conseguem inibir, haja visibilidade o alto montante vital para se adquirir uma segunda decisão.O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, não poderá sucumbir à tentativa do deputado Paulo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical, de emplacar novo imposto sindical. Ainda não ficou claro? Para que conste o termo "blindado" no certificado de domínio de automóveis uma organização deve integrar 33 documentos, dois requerimentos, 3 declarações (uma manuscrita) - com firma conhecida - e transportar o carro a dois locais pra revisão.Se por um motivo da própria burocracia se passarem 30 dias, exige-se de novo a preparação e apresentação de toda a documentação. Conforme reportagem recente do Estado, o Brasil é o campeão em exigências burocráticas. Eis aí um caso clássico. No dia da demissão do presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati, pelo presidente afastado, senador Aécio Neves, esse falou que a todo o momento trabalhou pela combinação do partido.Não, o senador indiciado a todo o momento foi o desagregador do partido, a todo o momento teve agenda própria, traindo companheiros de partido. Foi assim com José Serra, no momento em que promoveu Lula em Minas Gerais, na famosa união Lulécio. O mesmo aconteceu contra Geraldo Alckmin, no momento em que Aécio promoveu Dilma pela famosa união Dilmasia. O PSDB neste momento poderia ter feito o presidente da República, não fosse a trairagem do senador mineiro. A inexistência de realismo, espírito público e partidário fica demonstrada na tomada do partido na potência, o que provocará a terceira derrota seguida do PSDB pela disputa na Presidência da República.Lendo a verdadeira rinha em que se transformou o PSDB, proponho a alteração do símbolo do partido de tucano pra galo de briga. Uma coisa é não gostar do presidente, outra coisa é não desejar do Brasil! O único partido com candidato à Presidência competente e não corrupto vai implodir? E O VOTO IMPRESSO?

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License